06 novembro 2011

Formação Continuada - "Elaboração de Projetos"

Ocorreu nesta sexta-feira (04/11/2011), no auditório da Secretaria de Estado da Educação, a primeira etapa presencial do "Curso de Formação Continuada em Tecnologia Educacional - Elaboração de Projetos", direcionado a educadores da rede pública estadual e técnicos da SED.
Este curso está sendo ministrado pelas professoras Especialistas em Tecnologia Educacional que atuam na Gerência de Tecnologias Educacionais da Diretoria de Tecnologia e Inovação, Irene Cardoso Althof e Maria Gorete de Souza Lemonje. É um curso ofertado pelo Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional (PROINFO Integrado) do Ministério da Educação, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, por meio da Coordenação Estadual do PROINFO. O curso tem como objetivo desenvolver atividades que integrem as dimensões teóricas, metodológicas e práticas para que professores e profissionais da educação da rede pública estadual possam elaborar projetos educacionais, utilizando as tecnologias de informação e comunicação de forma integrada ao currículo escolar. A carga horária é de 40 horas, sendo 12 horas presenciais em três etapas e 28 horas a distância.
Hoje temos um número significativo de professores desenvolvendo projetos e atividades mediados por tecnologias. Mas a grande maioria das escolas e professores ainda está tateando sobre como utilizá-las adequadamente. A apropriação das tecnologias pelas escolas passa por três etapas, até o momento. Na primeira, as tecnologias são utilizadas para melhorar o que já se vinha fazendo, como o desempenho, a gestão, para automatizar processos e diminuir custos. Na segunda etapa, a escola insere parcialmente as tecnologias no projeto educacional. Cria uma página na internet com algumas ferramentas de pesquisa e comunicação, divulga textos e endereços interessantes, desenvolve alguns projetos, há atividades no laboratório de informática, mas mantém intocados, estrutura de aulas, disciplinas e horários. Na terceira que começa atualmente, com o amadurecimento da sua implantação e o avanço da integração das tecnologias, as universidades e escolas repensam o seu projeto pedagógico, o seu plano estratégico e introduzem mudanças significativas como a flexibilização parcial do currículo, com as atividades a distância combinadas as presenciais.
Os professores, em geral, ainda estão usando as tecnologias para ilustrar aquilo que já vinham fazendo, para tornar as aulas mais interessantes. Mas ainda falta o domínio técnico-pedagógico que lhes permitirá, nos próximos anos, modificar e inovar os processos de ensino e aprendizagem.

Texto José Manoel Moran

2 comentários:

Irene C. Althof disse...

Luiz, este é o primeiro de muitos outros cursos que estaremos ofertando por meio da GETED aos professores. Não há necessidade de deslocamento do professor do seu local de trabalho, pois podemos ir até a escola fazer os encontros presenciais. Também não há nenhum custo para a SED. Basta apenas boa vontade e isso não falta para nós, não é mesmo?

Obrigada.
Irene

Luiz N.Vieira disse...

Irene!
Com certeza está sendo muito valioso a iniciativa que a equipe da GETED encontrou, permitindo aos professores de integrar novas práticas no contexto escolar. Como sempre, a diferença se faz presente!

Abraço Luiz