10 março 2013

APRENDIZAGEM MÓVEL


              A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) realizou, a Segunda Semana Mobile Learning (MLW),  na sua sede em Paris, França. O objetivo do evento foi explorar a aprendizagem móvel como contribuição original e de extrema relevância para alavancar  a Educação para Todos (EPT). Desta feita, espera aumentar a qualidade do ensino ofertado, priorizando o acesso e igualdade de oportunidades.

           
 Considerando que a meta é melhorar os níveis de alfabetização de jovens e adultos, busca nas tecnologias móveis o apoio necessário para elevar os índices de leitura desta faixa etária. Com uma abordagem holística e o auxílio das TICs pretende promover a educação a patamares mais elevados e abrangentes. Sendo que, inclusão, acesso e qualidade na oferta são os  principais da UNESCO, tendo como parceiros neste trabalho de conjunto, três de seus setores: Comunicação e Informação, Educação e Ciência. Espera deste modo compartilhar com mais pessoas a habilidade e o hábito da leitura.

6 comentários:

adamariza disse...

Muito interessante a iniciativa da Unesco. Penso que as tecnologias são instrumentos democráticos, oportunizando a aprendizagem autônoma e promovendo a igualdade social.

Ricardo Fernandes Braz disse...

É significativo estar em constante aprendizagem. Hoje, os dispositivos que nos dão acesso ao mundo virtual tem bastante expressão no lazer e pouco tem se aproveitado todo o aparato disponível de "joguinhos" para criar espaços de aprendizagem significativos. Com possibilidades de acesso e planejamentos educacionais que instiguem a pesquisa, as crianças não ficarão à mercê dos produtos que a indústria do entretenimento inventa e faz a cabeça da criançada improdutiva e ansiosa. Os professores e a escola tem que planejar aulas que se estendam além da sala de aula e para dentro do mundo virtual.

M.gk disse...

É interessante este tema por tratar de algo que já é e será ainda mais o futuro da internet em números de acessos. O problema é o grande dinossauro que rege a educação no Brasil, uma máquina gigantesca, pífia em idéias, repetitiva em conteúdos e completamente desconfiada quando o assunto é inovação! A batalha é em duas frentes: romper paradigmas e fronteiras culturais e "clarear" o espaço tecnológico para que ele não seja sempre, apenas uns lampejos nas salas de aulas e nas disponibilidades de nossos docentes.

Luiz N.Vieira disse...

Ada!
Sua contribuição aqui neste espaço, tem sido importante! Quando você diz que este processo vem promover a igualdade social, penso também que devemos nos preocupar na perspectiva de investigar, compreender e dimensionar o processo de
inclusão de crianças em Projetos dessa natureza.
Abraço
Luiz

Luiz N. Vieira disse...

Marcio!
É bom recebê-lo neste ambiente. Sua participação sempre tem trazido contribuições significativas.
Abraço
Luiz

Luiz N.Vieira disse...

Ricardo!
Sabemos da importância de combinarmos o lúdico numa perspectiva educativa e reconhecer as possibilidades dos dispositivos móveis potencializando de forma significativa os espaços de aprendizagem. Concordo com sua exposição, em dizer que necessitamos com urgência de planejamento educacionais, só assim estaremos contribuindo para o fortalecendo de uma política pública com práticas construídas de uma forma pensada e segura.
Obrigado pela sua contribuição! Abraço Luiz