14 novembro 2008

Produções Stop Motion

Usar pedagogicamente técnicas em Stop Motion significa propiciar ao aluno o aprendizado baseado na autoria, criatividade, na produção de conhecimento e na aprendizagem por meio da exploração de simulações. Com isso o aluno aprende, participando efetivamente da atividade, à medida que produz, cria relações e reelabora conceitos.
Segue uma sequência de produções criadas pelos Multuplicadores dos NTEs de SC durante uma oficina de Stop Motion realizada em Balneário Camboríu.




Turma da Cris from luiznapa on Vimeo.


Feira do Zé from luiznapa on Vimeo.


Cada um no seu espaço from luiznapa on Vimeo.


Vida de Pescador from luiznapa on Vimeo.


Animos quentes from luiznapa on Vimeo.

Os temas das produções foram sugeridos por Cybele Meyer que nos cedeu gentilmente seu roteiro para que nossas ações pudessem ser desenvolvidas com sucesso!
Bullying foi o tema escolhido, reduzindo o comportamento agressivo, tão importante e tão freqüente no espaço escolar.
A história enfoca casos corriqueiros de Bullying como apelidos que inibem e magoam, ordens coercitivas e intimidação pelo medo.
Há a presença do líder que é o autor do Bullying, os que por medo de se tornarem alvos lhe acompanham e apóiam e as supostas vítimas.
Também enfoca a solidariedade, o espírito de coletividade, a cooperação, a mudança de comportamento (abandono de antigas atitudes más) e o bem como resultado final.

8 comentários:

Patricia disse...

É muito bom rever um de tantos momentos de nosso aprendizado, pricipalmente quando é feito com qualidade, educadores competentes e prazer!
Abraço gde a todos.
Patricia/ NTE Municipal de Florianópolis

Cultura na Rede disse...

Olá Patricia!
Nossas intenções é de fortalecer pontos de sustentação desta grande teia de conhecimento. Sabemos que a troca é importante pois assim construiremos nossa própria identidade cultural.
Ab[]s a todos do NTE Municipal de Florianópolis.
Luiz/Ricardo/Irene

Anônimo disse...

Esta oficina de aprendizagem foi demais! É uma pena que algumas pessoas não entendem que isto faz parte do processo de ensino e aprendizagem. Se nós pudéssemos transmitir aos professores todo o nosso conhecimento na área da tecnologia educacional, nossos professores e alunos transformariam aquelas aulas tão cansativas em aulas prazerosas, melhorando o nível de qualidade da nossa educação.
Luiz e Ricardo, nós acreditamos na mudança da educação em nosso estado.É por isso que vale a pena investirmos em nós.
Umn grande abraço.
Irene

Cultura na Rede disse...

É isso aí Irene!
Apenas retomar aquilo que observamos ao longo de nossas caminhadas enquanto educadores. Nas crianças, a capacidade criadora manifestando-se em todo seu fazer, de um modo solto, espontâneo e imaginativo, no brincar, no sonhar, no associar, no simbolizar.
Portanto é Necessário: reunir mecanismos com ações que visem o processo de ensino no contexto da escola, onde o fazer “Criando e vivenciando com as crianças,” torna-se mais prazeroso permitindo um envolvimento no aprender aprendendo com novas possibilidades educacionais.
Acorda Povo!!!!
Abços Luiz

Verônica Carvalho disse...

OI Luiz!!!

Amei esta postagem e estes trabalhos ...
Vou divulgar na escola ... são trabalhos que valem a pena circular em nossas escolas ...
Parabens
E tbem ... parabens pelo blog ...
este é um espaço mto legal
um abraço

Verônica
http://ideiasemblog.blogspot.com

Cultura na Rede disse...

Olá Verônica!
Que bom que vc gostou!
Volte sempre...
A[]s Luiz

Elis disse...

Nossa Luis, que trabalho bacana! Fazia tempo que não vinha aqui, mas é bom ver tanta coisa boa que andas inventando por aí. Um ano de muito trabalho de qualidade. Parabéns ao Cultura na Rede. Parabéns á você amigo.

Cultura na Rede disse...

Valeu Elis!
Continue nos prestigiando.
Conte sempre conosco..
Ab[]s
Luiz